sexta-feira, 21 de junho de 2013

Sobre o que eu acho das Manifestações Brasileiras

Olá pessoal.


É com muito orgulho que volto a escrever no blog falido.
Ele ficou tão jogado que criou teias de aranha.

Bom, muita coisa aconteceu e o melhor de tudo foi que aconteceu com o Brasil. Simplesmente “acordou” !!!
Por isso, gostaria de aproveitar para falar a respeito desse despertar coletivo.
Talvez você que está lendo agora pense algo como: - Bah! Só está falando agora porque é o assunto do momento. #Poser
E respondo, de fato!

Dias atrás comentei que não comento sobre política, ou sobre assuntos que NÃO vão fazer qualquer tipo de mudança real, pois é lógico, falar é não fazer é sacanagem e reclamações como essa são bem clichês também, enfim, hoje vou dar minha breve opinião – eu sei que você não pediu e tampouco quer saber da minha opinião – sobre o assunto que correu o mundo inteiro ( mundo é muito grande, quem sabe, melhor seria a Terra inteira ).

Então vamos lá:

Dias atrás, estávamos, eu e um adicionado do Facebook, falando justamente sobre as manifestações. Ambos concordávamos sobre tudo que falávamos e o teor da conversa era, “temos que lutar pelos nossos diretos” e paremos de ser “manipulados”. – não sei se usei certo o “paremos”.

Só que, olha, vou ser franca, nós brasileiros, sabíamos desde sempre que éramos manipulados, e nós brasileiros estávamos SEMPRE DE ACORDO com isso. Sério!
Você pode me xingar, dizer que só estou escrevendo asneiras mas é isso ai.

Não é de hoje que existem manifestações como estas. Não é de hoje que as pessoas clamam por justiça, e não é de hoje que falamos sempre os mesmos bordões:

- Político é tudo corrupto!
- Temos que mudar a política desse país, o sistema é falho!
- É preciso que a população se conscientize!
- É roubalheira que não acaba mais!
- Esse país tem que mudar!

E por ai vai.
O que está ocorrendo agora é o que chamamos de a manifestação do pensamento em conjunto, tirando do papel ou da ponta da língua o que gostaríamos que acontecesse, estamos saindo para as ruas para chamar mais e mais de nossos semelhantes para apoiar a causa de mudança, e a UNIÃO FAZ A FORÇA!

Apesar de achar ainda que o número de manifestantes ainda é pouco ( sim gente eu acho pouco ). Mas o grito de guerra (podemos assim dizer) está contagiando mais e mais pessoas, e isso é lindo de se ver!
Acorda meu povo! Pois somos nós mesmos que elegemos os ladrões e foram nós que demos poder para continuar perpetuando essa ladruagem por anos.
Anos estes que a grana que rolou solta dava para fazer muita coisa, muita coisa MESMO importante nesse país.

Alias, comentava com este adicionado, sobre o fato de nós como população, aceitarmos de braços abertos certos tipos de Projetos de Erradicação da Pobreza, as tais bolsas – auxílios. Isso sim, é um tipo de manipulação, penso eu, pois não é dando cartãozinho com graninha mixaria que faz com que se diminua pobreza.
Pense comigo, é um cartão auxilio que dá direito a receber uma quantidade X por quantidade de filhos que a mulher ter! É muita sacanagem mesmo isso.

É um tipo de programa que não muda índice algum ( a não ser o índice que o governo diz existir ) e sinceramente, todos nós sabemos que o Brasil é um país com grande potencial para ser explorado ( quando eu digo isso é em relação as riquezas naturais e relativas a economia de nosso país para nosso país ).
Penso mais longe ainda, se nossos ditos governantes fossem inteligentes o bastante e soubessem de fato administrar o Brasil a ponto de fazer mudanças significativas, cortaria excessos, e faria um mix de bons exemplos de governos exteriores aplicando aqui mesmo.

Existem países, por exemplo, ( Suécia ), em que os representantes não recebem salário. Ora, você pode pensar que dificilmente isso se aplicaria aqui, mas como seria um milagre divino, poderíamos então fazer com que cortassem custos abusivos para essa garotada engravatada que está nadando em dinheiro enquanto você que espera que algo mude, fica sofrendo e tendo que arregaças as mangas para conseguir um pequeno conforto na vida.

Então voltamos a falar sobre o fato de que somos nós, povo brasileiro, que demos corda a toda sujeira que deixamos acumular, mas que graças a nossa força, começamos a despertar, e que continuem o barulho, as manifestações, os gritos de ordem, e possamos agora tomar posse daquilo que deixamos de lado, sempre depois que exercemos o direito de votar.


Iria me prolongar mais, falando de vandalismo, mas prefiro falar da parte boa, pois é a que realmente nos interessa. Caso tenha o interesse em falar desse assunto, sabe onde me achar.


See You Later

8 comentários:

  1. As manifestações devem ter um objetivo, senão ficam sem sentido e só ganham repercussão porque a mídia lucra com isso...

    ResponderExcluir
  2. Da semana passada para essa eu mudei minha opinião sobre esse suposto ‘despertar coletivo’. O foco inicial desses ‘protestos’ surgiu entre março e abril com a reação do ‘Bloco de Luta Pelo Transporte Público’ (composto por P.S.T.U., P.S.O.L., sindicatos, anarquistas, associações estudantis) contra o aumento da tarifa de ônibus, que iria subir em Porto Alegre de R$ 2,85 para R$ 3,05; posto isto, os protestos liderados pelo ‘Bloco’ foram tão intensos que o aumento da tarifa foi sustado por meio de liminar, sendo revogado posteriormente, o que inegavelmente é uma grande vitória da população porto-alegrense!

    ResponderExcluir
  3. Quanto às manifestações que começaram em São Paulo neste mês de junho, é certo que não teriam acontecido se não fosse pelo que se deu em Porto Alegre; claro que o custo do transporte foi o catalisador desse processo, somado a insatisfação de parte da população com velhos problemas brasileiros, tais como a corrupção, os serviços públicos de qualidade ruim que são oferecidos, a baixa qualidade da educação, a infraestrutura sucateada e somado a isso a insatisfação com os excessivos e porque não sermos sinceros, absurdos e infundados gastos para a realização da Copa de 2014 aqui no Brasil.

    ResponderExcluir
  4. É aí que se pode verificar amplamente uma característica negativa de nossa formação cultural ibérica: A HIPOCRISIA. Hipocrisia, porque a maioria dos brasileiros se insurge contra situações e contextos em relação aos quais prefere, via de regra, fingir desconhecimento ou ignorar abertamente quando de seu início. Em relação à corrupção, qualidade dos serviços públicos e da educação e situação da infraestrutura, quando foi que cada um de nós parou para se preocupar com questões tão fundamentais, tão vitais, a não ser quando descobrimos que uma obra foi superfaturada ou quando transitamos de automóvel por uma rodovia em péssimo estado de conservação? PORQUE NÃO PREVENIMOS ESTES MALES AO INVÉS DE APENAS RECLAMARMOS POR ELES EXISTIREM?

    ResponderExcluir
  5. Quanto a Copa do próximo ano e a Olimpíada no Rio em 2016, com licença, mas ‘vão se fazer de abobados noutro canto’! Sabíamos desde 2006 que o Brasil seria sede da Copa (a Olimpíada ‘ganhamos’ depois o direito de sediar) e que seria quase certo que haveria superfaturamento e gastos excessivos – porque os protestos contra o modo como se deram essas despesas com a Copa NÃO OCORRERAM EM 2006 MESMO? Será que foi porque sempre achamos que ‘não daria nada? Que por um pensamento mágico ‘tudo daria certo no fim das contas’? Porque insistimos em ser omissos quando se colocam a nossa frente problemas tão sérios? Ou será porque era confortavelmente melhor mantermos nossas consciências em ‘sleep mode on’ em 2006, porque a economia atravessava um bom momento?

    ResponderExcluir
  6. Em relação à rejeição aos partidos políticos brasileiros, aos políticos, a meu ver é coisa ‘para inglês ver’! É só ver como nós tratamos a política como ‘cidadãos’ – em ano de eleição, ao invés de debatermos projetos políticos e ideias de como fazer o país, os estados, as cidades realmente se desenvolvam, o que mais queremos é que o dia da votação ‘venha logo para que não se fale mais de política logo duma vez’; caramba, um povo que pensa assim tem mais é que foder mesmo, não acha?

    ResponderExcluir
  7. Vai me desculpar, Fernanda, mas políticas compensatórias como a Bolsa-Família não são manipulação; o modo como são usados para cooptar o voto de parcelas desassistidas do povo é que são manipulações. Sempre vale uma visita ao site do Ministério do Desenvolvimento Social para se conhecer com o funciona o Programa! Aliás, quantas pessoas sabem que o Benefício da Bolsa Família prevê uma contrapartida que envolve condicionalidades que devem ser cumpridas pelas famílias? O foco do Benefício é tirar as crianças de situações de vulnerabilidade causadas pela penúria econômica; sim, os adultos recebem o dinheiro em nome das crianças porque essas são menores de idade e não tem como gerenciar a aplicação desse recurso!

    ResponderExcluir
  8. Te envio por e-mail uma entrevista com José Paulo Bisol, político daqui, que trata sobre as manifestações, a atuação da polícia e as ideias envolvidas nessas manifestações.

    ResponderExcluir