sexta-feira, 6 de julho de 2012

Essa Tal Liberdade de Expressão


Observações Importantes:

  • Este texto contem palavras ofensivas, idéias diferentes a suas, e comentários pessoais;
  • Erros ortográficos e linguagem vulgar;
  • Leia com todas as pausas que as vírgulas oferecem;
  • Se você sentir ofendido, favor dar sua opinião por meio de comentários, e-mail, ou da forma que achar correto.
  • Matar pessoas por se sentir ofendido é crime.
  • Um beijo e um abraço. – Não estou assediando você ok?


De acordo com a Constituição Brasileira:

  • Art. 1º A República Federativa do Brasil, formada pela união indissolúvel dos Estados e Municípios e do Distrito Federal, constitui-se em Estado Democrático de Direito e tem como fundamentos:
    V - o pluralismo político
    Art. 5º Todos são iguais perante a lei, sem distinção de qualquer natureza, garantindo-se aos brasileiros e aos estrangeiros residentes no País a inviolabilidade do direito à vida, liberdade, igualdade,segurança e a propriedade, nos termos seguintes:
    IV - é livre a manifestação do pensamento, sendo vedado o anonimato;
    VIII - ninguém será privado de direitos por motivo de crença religiosa ou de convicção filosófica ou política, salvo se as invocar para eximir-se de obrigação legal a todos imposta e recusar-se a cumprir prestação alternativa, fixada em lei;
    IX - é livre a expressão da atividade intelectual, artística, científica e de comunicação, independentemente de censura ou licença
    Art. 220º A manifestação do pensamento, a criação, a expressão e a informação, sob qualquer forma, processo ou veículo não sofrerão qualquer restrição, observado o disposto nesta Constituição.
    § 2º - É vedada toda e qualquer censura de natureza política, ideológica e artística.



Olá seres humanos, hoje vamos falar sobre a tal ‘’ LIBERDADE ‘’.
O que seria mesmo isso ai?


Alô, alô! - Ela tá de saia e bicicletinha uma mão vai no guidom e outra tapando a calcinha ♫♪ 



Sinceramente, quanto mais assisto tv, mais débil me sinto, não entendo os motivos que me levaram a pensar assim mas, quando fui apresentada ao mundo mágico do dicionário, das leituras obrigatórias no ensino médio e aprendi a ter curiosidade para pesquisar os significados das palavras, pude ter a capacidade de me auto diagnosticar com essa característica dotada a pessoas que tem certa dificuldade de se informarem em tempo real – vulgo atraso mental, retardação.

Talvez você tenha se sentido assim, ou não ! Talvez sua mente se sinta cansada de tanta poluição informativa, o fato de ligar no jornal local e nacional às vezes, quase sempre, te faça ter a idéia de que está tendo realmente à informação real dos acontecimentos.

Mas num olhar mais critico, o que realmente essas informações diárias e repetidas contribuem para o melhoramento de sua vida?
A questão de saber sobre roubos, seqüestros, chacinas e mortes por acidente de transito fará da de benéfico para sua vida?

Às vezes algumas pessoas – todo o mundo – usam aquele argumento de que os noticiários repetitivos o fará mais informatizado com os acontecimentos mas, essas informações nunca diminuíram de acordo com os mesmos jornais, as tragédias que vemos dia após dia.

Ter o conhecimento, codificá-lo e decodificá-lo, ou seja, escrever para ler, poder passar o que sabe, o que pensa, o que quer criar por meio da escrita, é sem duvida uma das maiores descobertas desse animal intitulado de humano.

Nenhum outro ser vivo, escreve e se comunica tão precisamente.
E sendo mais objetiva, nenhum outro animal abre uma escola e vai dar aulas para outros animais explicando como surgiu por exemplo, a língua das galinhas da Angola que dizem To Fraco, o dia todo!

Essas informações que retemos todos os dias não neutralizam nosso modo de agir, porque temos criado ao longo de nossas vidas, rotinas.

Outro exemplo é que ninguém deixa de andar de bicicleta, mesmo não tendo em todas as ruas, as ciclovias. Ninguém deixa de andar ao sol, sabendo dos malefícios de sua radiação, ninguém deixa de andar descalço por causa das lombrigas que entraram pelas entranhas de sua pele, etc.

Por outro lado, vejo que as pessoas necessitam de ouvir informações, mesmo que essas não sejam tão esclarecedoras e importantes para suas vidas.
Nós buscamos informações a todo tempo.

O blog falido é um bom exemplo, não exerce nenhum conhecimento prático, mas por motivos desconhecidos você acessa ele.
 – Acho que é porque eu divulgo, não é verdade? 


Mas voltando ao assunto: Informações X Televisão, um fato que me fez escrever este texto, foi a triste morte do comentarista esportivo goiano Valério Luiz, que foi assassinado após sair do local de trabalho, uma radio.

O fato que me deixou chocada, tanto claro por ser alguém conhecido, foi o possível motivo – é uma possibilidade e não uma afirmação – é que o motivo que levou a morte do comentarista, foi exatamente a liberdade de expressão.

O futebol que é tão ovacionado no Brasil é levado a sério, a ponto de que uma opinião possa levar a morte de um cidadão por conta disto!

Sinceramente eu fico abismada com esse tipo de noticia. O caso do Valério Luiz não é isolado, morrer por expressar uma opinião a cerca de quailquer coisa que seja, é algo que me faz crer que não estamos livres.

Essas leis existem, mas existem para quem?
Para uma parcela de pessoas que estudam Direito, para uma quantidade pequena de pessoas que procuram seus Direitos? Para quem tem a curiosidade de querer saber sobre Direitos e Deveres?

Enquanto estamos ai achando que essas porcentagens de ‘’ crescimento educacional ‘’ estão ajudando estudantes saberem de conhecimentos gerais e específicos, sentamos tranqüilos na poltrona para assistirmos corrupção e mortes, mas saber de leis, buscar nossos direitos e fazer a ação que gostaríamos de fazer para mudar isso tudo não fazemos, - isto me inclui, claro!

Olha é o seguinte eu ACHO que ...
Acha poHa nenhuma seu ☺!2#4$%5 !!!


Desculpe-me a sinceridade pessoa que lê isto e talvez se sinta ofendido, mas brasileiro acostumou a por a culpa em algo ou alguém.
- A culpa é sempre do Governo!
- O erro está nas leis !
- Os políticos são corruptos!
- A policia não faz seu papel direito!


Mas o cidadão nunca é o culpado, nós nunca somos culpados!
- MAS O QUE É ISSO?! CARA-DO-ALHO!!

Eu fico paranóica muitas das vezes que passo a pensar em tudo que construímos de bem até agora.
Às vezes penso que a corrupção, o erro, a discórdia e a maldade estão enraizadas em cada alma vivente, pois o que vivemos agora de RUIM é reflexo das escolhas, das crenças, e do que pensamos no passado ao longo do tempo.

E que liberdade é essa que temos?
Falar de futebol ofende? Falar de religião e ateísmo ofende?
Opinar ofende?

Não vamos tão longe assim, leia comentários pela internet, de qualquer assunto que tenha peso polêmico: - AS PESSOAS SE OFENDEM!
Alguém ter uma opinião contrária, é motivo suficiente para muitos imbecis, esculachar, desrespeitar, e tudo mais.

Uns se acham sábios demais, outros informados demais, certos demais e por ai vai.

 Quer dizer então que se eu não gostar, ou palpitar sobre uma partida de futebol e um ser humano insolente se sentir agredido vai me alvejar de tiros?

Quer dizer então que se eu der minha opinião, ou melhor, se eu escrever textos sem sentido e alguém não gostar, vai dar direito dele me dar nomes de baixo escalão?

Pois é, talvez!
Afinal de contas, nas leis descritas no inicio deste texto, qualquer ser humano tem o Direito de falar o que bem entender, sobre qualquer coisa, mas isto não dá o direito de tirar a vida de ninguém por se sentir agredido.


Quero finalizar dizendo que foi uma perda lamentável, essa morte prematura do comentarista Valério Luiz, e que infelizmente estamos vivendo numa terra em que as pessoas cobram demais e fazem de menos, querem por a culpa em todos, mas não reconhecem seus erros.
Se o real motivo da morte do comentarista foi por conta de sua capacidade critica de dar opinião, é porque estou crente de que a cada dia o ser monstro-humano que somos está perdendo a capacidade de TOLERAR e de RESPEITAR idéias e pensamentos contrários aos seus. 

See You Later!

4 comentários:

  1. É sempre bom passear por aqui, Nanda. Gosto dos assuntos que expõe. Assuntos que nos fazem refletir sobre nós mesmos, sobre o outro, sobre a sociedade, sobre o mundo!

    Com todo esse lamaçal esparramado nos meios de comunicação, fica difícil pensarmos na liberdade de expressão. Será mesmo que ela existe? Será que temos essa tal liberdade?

    E não é só na TV, no rádio, na internet ou em qualquer outro meio. Nós espectadores fazemos parte também de todo esse lamaçal, afinal, somos todos seres humanos, mas infelizmente vez em quando (alguns vez em sempre), agimos como animais.

    Muitas coisas poderíamos fazer para reverter essa situação e vivermos de fato a liberdade de expressão, fazendo-se valer todo o seu significado.

    Porém, é mais fácil nos acomodarmos, não é mesmo? Se a falta de liberdade de expressão não incomoda, é certo que nos acomodaremos. Na realidade, não devemos nos acomodar com o que incomoda. Devemos agir e sermos verdadeiros cidadãos brasileiros!

    Lutemos pela liberdade de expressão. E lutar é agir!

    Beijos, Nanda ;)

    ResponderExcluir
  2. Belo Texto Nanda...realmente vivemos numa "liberdade de expressão" (sim, entre aspas porque todos queremos, mas ninguém tolera o outro o ter também).

    Concordo que tenha algo de muito errado rolando por ai ...e o que me deixa ainda mais intrigado nas redes sociais são frases feitas como: "Sou responsável pelo que falo e não pelo que você entende"; "pedaço de diamante não tá nem ai para cacos de vidros"; "para quê descer do salto?"; "se não gosta do que eu posto, é só me excluir". Peraí. as pessoas preferem perder amigos a ouvir opiniões? preferem perder amigos a perder uma piada?

    bom, Parabéns Nanda! como sempre se superando a cada texto...muito bom este e um assunto bem polêmico e cheio de controvérsias e opiniões divergentes...=]

    até o futuro!

    Allan

    ResponderExcluir
  3. "Um beijo e um abraço. – Não estou assediando você ok?" – mas deveria, sou solteiro, trabalhador, limpinho, mentalmente são e não tenho doenças sexualmente transmissíveis.
    "Todos são iguais perante a lei, sem distinção de qualquer natureza" – perante a lei sim, agora perante aos "executores da lei" nem sempre, e é aí que está o problema!
    "é livre a manifestação do pensamento, sendo vedado o anonimato" – com os perfis falsos de redes sociais, se podem manifestar quaisquer ideias que sejam e, ainda assim, preservar sua identidade real, o que é anonimato pura e simplesmente.
    "Ela tá de saia e bicicletinha uma mão vai ao guidom e outra tapando a calcinha" – mais uma letra de Funk que incita à prostituição infanto-juvenil; vão me dizer que isso é arte, que isso é cultura, que é "resistência à opressão"? Resistência à opressão é o quadro "GUERNICA", de Pablo Picasso, ou os murais de Diego Rivera! Ou mais ainda, a literatura de Charles Bukowski!
    "Sinceramente, quanto mais assisto tevê, mais débil me sinto" – assista a TV Educativa do seu Estado ou a TV Brasil e deixe as outras de lado; aliás, a TV Brasil melhorou bastante em relação ao que era em janeiro. Pena que a TVE daqui não "pega" no interior de São Paulo, em Goiás ou no Nordeste!
    "pude ter a capacidade de me auto diagnosticar com essa característica dotada a pessoas que tem certa dificuldade de se informarem em tempo real – vulgo atraso mental, retardação" – isso nada tem a ver com Pessoas Portadoras de Necessidades Especiais (NEEs); afinal, o que é estar informado em tempo "real"?
    "Talvez sua mente se sinta cansada de tanta poluição informativa, o fato de ligar no jornal local e nacional às vezes, quase sempre, te faça ter a ideia de que está tendo realmente à informação real dos acontecimentos." – é uma questão de autodisciplina pessoal, não assisto tevê desde dezembro, a não ser o "Jornal da TVE" e uns poucos programas locais que ela me oferece, então é questão de ter qualquer outra coisa para se fazer no período de tempo em que os noticiários televisivos são exibidos, quem sabe dando mais atenção à pessoa ou pessoas com que se convive nesses horários.
    "foi a triste morte do comentarista esportivo goiano Valério Luiz, que foi assassinado após sair do local de trabalho, uma radio" – Talvez não tenha sido morto devido à sua opinião, mas vai se saber? Infelizmente a civilização e o cumprimento das leis por parte dos cidadãos e dos executores das leis (para não falar dos legisladores) é algo ainda não praticado em certas partes deste enorme país (abençoado seja Deus por eu viver em um lugar em que isso acontece) e, sendo assim, vai saber se a morte de Valério Luiz será mesmo investigada? SIM ESTOU COLOCANDO EM XEQUE A POLÍCIA DE GOIÁS! NÃO GOSTARAM PULEM NO MEU PEITO CAMBADA DE VAGABUNDOS! LACAIOS DE "CORONÉIS" COMO DEMÓSTENES, PERILLO E CARLINHOS CACHOEIRA!
    "Para quem tem a curiosidade de querer saber sobre Direitos e Deveres?" – curiosidade sobre DEVERES, quem tem atualmente? FÁCIL EXIGIR DIREITOS DO GOVERNO OU DE QUALQUER OUTRA AUTORIDADE, NINGUÉM QUER CUMPRIR OS SEUS DEVERES! ESSE É O MAIOR DEFEITO DE NOSSA CULTURA!
    "Enquanto estamos ai achando que essas porcentagens de “crescimento educacional” estão ajudando estudantes saberem de conhecimentos gerais e específicos" – ISSO NÃO ACONTECE NAS ESCOLAS, NEM NAS PARTICULARES! TRABALHE EM UMA ESCOLA POR dois OU Três ANOS E SABERÃO DO QUE ESTOU FALANDO! E EM UMA ESCOLA PÚBLICA, PARA SER MAIS PRECISO!
    “– MAS O QUE É ISSO?! CARA-DO-ALHO!" – acho que aqui está um defeito de sua parte; pare de bancar a boazinha e use o palavrão de verdade – VOCÊ ESTÁ SE AUTO-CENSURANDO! Vamos lá? "MAS O QUE É ISSO?! CARALHO!" Não ficou melhor? Não é um verdadeiro exercício de liberdade e de abandono da língua presa?

    ResponderExcluir
  4. Yeah you have translate tool. I still don't understand what this post is about but it is late at night here!

    ResponderExcluir